Tradutor

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

^^

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Sacrifício ou doação? Como você vê sua entrega a Deus?

Uns enxergam as dificuldades em seguir a Deus como sacrifício, outros preferem ver como doação... E você, como você vê sua entrega a Deus?

Muitas vezes, ou melhor, quase sempre, na nossa caminhada encontramos obstáculos, barreiras, dificuldades e provações que aparecem nas nossas vidas para colocar em xeque nossa fé e confiança em Deus. São diversas situações que nos acometem - repentinamente na maioria das vezes - e nos faz até mesmo titubear, e podemos sim sentir o impacto dessas adversidades, mas não podemos nos deixar ser desanimados, derrotados, muito menos contaminados por sentimentos que nos levam longe do coração de Deus. 
Jesus é o Senhor da nossa vida, da nossa história e Ele, somente Ele pode determinar nosso caminho uma vez que Ele é o caminho, a verdade e a vida. Como diz um grande pregador, amigo meu, Adilson, "Só Deus pode dizer a última palavra em nossa vida". Então, não importa a dificuldade, o que o mundo ou as pessoas têm mostrado e dito, só Deus pode colocar um ponto final, ou reticências, seja o que for, na nossa vida através do seu Filho, Jesus, que nos ilumina a cada dia e nos guia para o bem. 
Como você vê a sua entrega a Deus? A nossa vida deve ser uma doação sincera a Deus. Não encaremos nossas dificuldades como sacrifícios que temos que fazer ou passar, mas sim como doação sincera do nosso servir ao Senhor. Por mais difícil que possa parecer ser, Deus SEMPRE esta conosco.
Portanto, nunca deixe as pessoas ou as situações determinarem sua vida. Jesus é o Senhor da sua vida e Ele sempre te conduzirá pelos melhores caminhos, isso se você permitir, é claro.

terça-feira, 20 de abril de 2010

Encontro de Cura e Milagres com a Irmã Zélia

 
"Se Creres verás a glória de Deus"

Nos dias 01/05 - a partir das 13:00h às 21:30h - e 02/05  - a partir das 8:00h às 12:00h - acontecerá um grande encontro de Cura e Milagres ministrado pela Irmã Zélia da Comunidade Copiosa Redenção de Ponta Grossa - PR, e contará com a animação do Ministério Restaurar da Comunidade Católica Filhos da Luz de Rolândia.
O encontro, que terá como tema: "Se Creres verás a glória de Deus" (Jo 11:40), acontecerá na antiga associação do Berger no Jd. Rosângelo, Rolândia - PR. (Veja o mapa abaixo)
Você quer sentir Deus agindo poderosamente em tua vida?
Então, dê o primeiro passo e venha participar conosco deste encontro!

* Fichas em todas as Paróquias e Grupos de Oração de Rolândia. (R$10,00)

Como chegar? 


___________________
Realização:

Paróquia São Pedro Apóstolo e Nossa Senhora de Fátima;
 



 &

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Dinheiro, a máquina que gira o mundo! Será?


 O mundo precisa “girar”, e, infelizmente, a grande roda que o faz mover-se é o dinheiro. A todo instante está havendo uma transação em alguma parte do mundo, seja em um banco, na bolsa de valores, numa empresa, nos supermercados, na padaria ou em algum lugar onde alguém quer comer um “hot-dog” (eu poderia ter escrito “cachorro-quente”, mas não é tão chique quanto “hot-dog”, o mundo nos ensina isso), ou ainda tomar um “refri”.
A grande verdade é que o dinheiro está presente em nossas vidas a todo instante – ou não, depende do ponto de vista – e querendo, ou não, somos obrigados a nos sujeitar à diversas situações para que tenhamos condições de tê-lo, e quanto mais melhor, não é verdade? No entanto, muitas famílias vêm sendo desestruturadas por causa do “bendito” dinheiro – a maioria pela necessidade, outras pela ânsia e ganância. Eis aqui o ponto que tentarei discutir brevemente neste texto: até que ponto somos reféns do sistema econômico que nos envolve?
É fato que precisamos trabalhar, e isso é até mesmo bíblico: “Quem não quiser trabalhar não tem o direito de comer” (II Tss 3,10b), mas não podemos ser escravos do trabalho. É difícil levantar essa questão porque sabemos que há famílias onde a necessidade é maior, a “precisão” fala mais alto. Contudo, penso que para tudo há um jeito, e se todos nós fôssemos mais prudentes em nossas decisões, em nossas atitudes, como, por exemplo, comprar algo que sabemos que vai nos deixar “apertados”; ter um monte de filhos sendo que não temos condições de criá-los e criá-los bem. Sei que isso envolve formação e informação, mas é uma questão óbvia e muitas famílias vivenciam essa realidade.
Quero incentivar aqui a doação e a economia: doação  de Deus, de amor e de tempo dos pais para seus filhos para que eles não encontrem na rua, no mundo, o que poderiam ter encontrado em casa: amor, afeto, reconhecimento... Tudo isso o mundo oferece através das drogas, da prostituição, da criminalidade que se tornam os deuses da vida desses jovens, e muitas vezes os pais não vêem porque estão muito ocupados pensando no dinheiro; economia das nossas riquezas naturais, e não falo só de conscientização sobre meio-ambiente (que é importantíssimo), mas sobre as riquezas naturais do ser humano: tempo, vida e saúde. 
Para terminar, gostaria de deixar a mensagem da Campanha da Fraternidade Ecumênica¹ de 2010, iniciada no Tempo da Quaresma, que tem como tema o slogan “Fraternidade e economia”: “Vós não podeis servir a Deus e ao dinheiro” (Mt 6,24). Vamos ser mais solidários, mais fraternos, e vamos compartilhar não só dinheiro e recursos, mas amor e vida.




____________________
¹Ecumênica: Porque, neste ano, não é uma campanha só da Igreja Católica, mas também de outras denominações religiosas.

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Qual o peso da sua Cruz? [†]

    Recebi, num desses dias atrás, um scrap na minha página do Orkut que me chamou muita atenção. Tratava-se de uma seqüência de imagens de uma personagem que carregando sua "pesada" cruz pedia para Deus diminuí-la sempre mais. 
   Tomei a liberdade de copiar a imagem e colar os quadrinhos aqui no meu blog para compartilhar com vocês. 
    Vejam como termina esta história e vamos todos refletir a respeito da nossa própria cruz...
  
    Às vezes reclamos da nossa cruz, mas Deus sempre tem um propósito para tudo o que Ele faz e para tudo o que Ele permite acontecer na nossa vida.
   Somos personagens da vida. Que ao final da nossa caminhada tenhamos nossa "ponte" inteira, para que ela nos leve ao encontro do Pai.

Jesus, nós vos adoramos e vos bendizemos, porque pela vossa Santa Cruz remistes o mundo!


"Se a cruz lhe pesa, não é para se entregar, mas pra se aprender a amar como alguém que não desiste... A dor faz parte do cultivo desta fé, pois só sabe o que se quer quem luta para conseguir ser feliz! Não desista do amor, não desista de amar, não se entregue à dor, porque ela um dia vai passar, se a cruz lhe pesou e quer se entregar, tal como o Cirineu, Cristo vai lhe ajudar..."
(Não desista do amor - Pe. Fábio de Melo)

sábado, 3 de abril de 2010

O Menestrel - William Shakespeare


Um dos textos mais belos que já li. 
 
Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma.E você aprende que amar não significa apoiar-se. E que companhia nem sempre significa segurança. 
Começa a aprender que beijos não são contratos e que presentes não são promessas.
Começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança.

Aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.
Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo.
E aprende que, não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam… 
E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais.
Descobre que se leva anos para construir confiança e apenas segundos para destruí-la…
E que você pode fazer coisas em um instante das quais se arrependerá pelo resto da vida. 
Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias.
E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida.
E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher.
Aprende que não temos de mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam…
Percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos. 
Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa… por isso sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas; pode ser a última vez que as vejamos. 
Aprende que as circunstâncias e os ambientes têm influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos.
Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser.
Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser, e que o tempo é curto.
Aprende que não importa onde já chegou, mas para onde está indo… mas, se você não sabe para onde está indo, qualquer caminho serve.
Aprende que, ou você controla seus atos, ou eles o controlarão… e que ser flexível não significa ser fraco, ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem, pelo menos, dois lados.
Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências. 
Aprende que paciência requer muita prática.
Descobre que algumas vezes a pessoa que você espera que o chute quando você cai é uma das poucas que o ajudam a levantar-se. 
Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas do que com quantos aniversários você celebrou. 
Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha.
Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens…
Poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.
Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel. 
Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame não significa que esse alguém não o ama com tudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso.
Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém…
Algumas vezes você tem de aprender a perdoar a si mesmo.
Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento condenado.
Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte. 
Aprende que o tempo não é algo que possa voltar. 
Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, em vez de esperar que alguém lhe traga flores.
E você aprende que realmente pode suportar… que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida! 
Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o bem que poderíamos conquistar se não fosse o medo de tentar.

 ***Preguiça de ler? Hehehe... Assista

+ / - ZOOM



Seguidores do Twitter

♣ Twitter ♣

Compartilhe

Bookmark and Share

Hora Certa!